Projetos

ELOS

Promover ações que transformam o mundo com ênfase na cultura e no esporte  é o lema do festival multicultural ELOS. Em três edições, ele busca fomentar a  divulgação e o acesso de diversas modalidades esportivas e linguagens artísticas, destacando as atividades como geradoras de transformação social. No entrecruzar de aspectos culturais, esportivos, sociais e tecnológicos entendidos como multiplicadores sociais, constituiu-se a programação shows, apresentações de teatro, danças urbanas, exposições e palestras temáticas, além de treinos, exibições, mostras, competições, corridas e campeonatos. Uma feira de inovação social e negócios criativos, que une projetos sociais culturais, esportivos e de tecnologia da cidade contempla projetos atuantes no Ceará a fim de destacar os resultados e impactos dessas instituições sociais.

ACORDES DO AMANHÃ

Uma celebração entre a arte e a cidade, levando música a praças, feiras livres, terminais de ônibus, linhas de metrô, escolas e hospitais. É o que promove o Acordes do Amanhã – Festival Itinerante de Música. A iniciativa surge como um convite a permitir-se frear o passo e buscar outras interpretações possíveis para o mundo ao redor. É um manifesto a favor do encontro, pois a música junta pessoas, provoca sentimentos e instiga reflexões. O festival já inseriu a música no cotidiano de milhares de pessoas do Ceará e do Rio de Janeiro, desde seu surgimento, em 2017. Ao longo de cinco edições, 2.372 artistas participaram de 664 apresentações musicais. O Acordes do Amanhã já atingiu um público estimado de 644 mil pessoas, passando por mais de 40 cidades de 4 estados, mostrando seu caráter itinerante.

GIRO DAS ARTES

O projeto Giro das Artes propõe uma simbólica volta ao mundo: uma temporada de espetáculos e ações formativas realizadas em Fortaleza com artistas oriundos de outros países. Com duas A temporada foi realizada em março de 2018, com a primeira das três apresentações previstas no projeto. O intercâmbio cultural experienciado pelo público também é expandido por meio da realização de residências artísticas. Selecionados mediante convocatórias, dois grupos de artistas locais participam  de cada formação, acessando desta forma uma pequena, porém significativa, parcela dos saberes, costumes e demais atributos culturais de que dispõem os artistas visitantes.  Desde o processo de pré-produção, o Giro das Artes aproxima gestores culturais destes territórios, gerando vínculos que ultrapassam a realização exitosa do evento e possibilitem outras profícuas parcerias.

ESCOLAS CRIATIVAS

Centrado na tríade Cultura-Educação-Sustentabilidade que surgiu o Escolas Criativas, projeto voltado para alunos com idade entre 7 e 12 anos, das escolas municipais de ensino fundamental em cidades do Ceará e do Estado do Rio de Janeiro. Pensando esse cenário multidimensional, o projeto surge como uma plataforma que possibilita o entrecruzamento da cultura, educação e sustentabilidade através de uma interação entre os processos culturais e educacionais por meio de ações de acesso, difusão, formação e pesquisa. Esses três eixos configuram a base metodológica do projeto, estimulando a conexão das crianças e jovens com as temáticas culturais a partir de mostras artísticas, pesquisa, informação, produção de ideias, formação e interatividade.

FÓRMULA ELÉTRICA

A iniciativa agrupa pesquisadores, docentes, estudantes, poder público e privado visando à elaboração de protótipos de automóveis com cerca de 300 kg e arranque de 0 km/h a 100 km/h em 3 segundos. O projeto integra o conceito de Fórmula SAE (Society of Autonomite Engineers), modalidade de competição internacional na qual estudantes de graduação e pós-graduação das engenharias (especialmente Elétrica e Mecânica) constroem veículos do tipo fórmula. O projeto tem dois eixos centrais: a formação de alunos e o compartilhamento da tecnologia para desenvolvimento dos protótipos automotivos e a realização da competição de Fórmula Elétrica. Na primeira edição, quatro universidades cearenses se reuniram para desenvolver carros de corrida a energia elétrica por meio do projeto Fórmula Elétrica Ceará. 

CINE+

O CINE+ é uma iniciativa que consiste em democratizar a arte a partir da construção de salas cinematográficas em municípios de até 250 mil habitantes. Cada um destes municípios receberá uma sala de cinema: Itaocara, Casimiro de Abreu, Guapimirim, Cabo Frio e Paraty (Rio de Janeiro) e Itapipoca (Ceará). As salas de cinema terão programação voltada para filmes autorais brasileiros ligados principalmente aos Direitos Humanos e à educação. Os locais também poderão ser usados como espaços multiuso, atendendo a comunidade em ações formativas e sendo um local para receber apresentações das mais diversas linguagens artísticas. Todas as salas promoverão pelo menos 1440 sessões de cinema por ano e, para além das exibições, o programa promoverá uma capacitação técnica e artística para jovens exibidores. 

LAB CIDADES CRIATIVAS

Seis cidades do Estado do Rio de Janeiro e uma do Ceará foram contempladas pela primeira edição do programa: Fortaleza, São João da Barra, Macaé, Rio das Ostras, Rio de Janeiro, Casimiro de Abreu e Rio Bonito. O programa promove ações de regeneração urbana e ocupação cultural em praças públicas. Essa  reestruturação dos espaços é feita com técnicas de urbanismo tático — em que a população local é protagonista do processo de reapropriação do espaço urbano —, e Retrofit, um tipo de modernização espacial realizada no espaço sem retirar seus elementos originais históricos e arquitetônicos. Os impactos dessas transformações incluem uma dinâmica social que valoriza as territorialidades, a inteligência coletiva e uma melhor qualidade de vida, segurança e bem-estar da comunidade e seu entorno.